Ser ou não ser empresário, eis a questão.

A decisão de tornar-se empresário e iniciar um novo negócio pode surgir de duas formas. Identificando uma boa oportunidade, que justifique assumir o risco, e tornar-se empresário. Em alternativa, pode resultar do facto de ter alguns meios e, acima de tudo, a vontade de ser empresário. Isto antes de ter uma ideia do negócio em concreto. É este segundo cenário que pretendo abordar.

Na minha atividade profissional já me deparei várias vezes com potenciais empresários nesta situação. Pretendem iniciar um negócio, mas não sabem qual, têm pouca noção do “como fazer” e o “porquê de avançar” é simplesmente o desejo de serem empresários.

Será justo afirmar que a motivação para ser empresário precederá sempre a ideia do negócio, na medida em que perante uma boa oportunidade, alguém sem essa motivação também não avança. Mas a tomada de decisão de avançar acontece em momentos claramente diferentes.

Quando a decisão é tomada, independentemente da área a investir, significa que não está relacionada com as características, potencial, conhecimentos do negócio, mas com o desejo de ser empresário. Ainda que esta motivação seja perfeitamente legitima, pode ser sinal de alguns perigos relativamente à atitude do empresário.

Perante estas situações, por vezes fico com a sensação que para estas pessoas ser empresário, ter uma empresa, um negócio, torna-se um fim em si mesmo e não um meio para um objetivo maior. Tornar-se um empresário é muito mais do que deixar de ter um chefe.

Para ser um empresário de sucesso é necessário ter uma visão clara do que pretende do negócio, da mudança que pretende fazer no mundo e da forma como vai faze-la. Será essa visão que vai inspirar os seus parceiros a quererem lutar pelo seu objetivo, porque será o deles também.

Há uma quantidade de passos muito importantes nesta fase, que devem preceder a decisão de avançar para qualquer projeto. Conhecer o mercado e a sua recetividade à nova oferta, ter os meios necessários para avançar, antecipar a eventual resposta da concorrência, se existir, dominar os processos e as competências necessárias para prestar o serviço e ter a folga financeira suficiente para resistir aos revezes iniciais.

Pedir ajuda a outros empresários, nomeadamente que tenham feito o mesmo trajeto é uma das maneiras de evitar alguns erros clássicos. Arranjar um mentor, ou ter o apoio de um coach que sirva de apoio e de visão externa e desapaixonada sobre o projeto. Por vezes, é o suficiente ter alguém ao seu lado a colocar as questões certas ou a chamar a atenção para não deixar a motivação queimar etapas.

Não questiono a motivação para tornar-se empresário. Eu nasci numa família cujo mantra sempre foi “Mais vale um mau negócio do que um bom emprego”. Portanto eu entendo perfeitamente a motivação para ser autónomo, não ter de suportar chefias desadequadas, não ver o mérito do trabalho reconhecido ou viver com a sensação de poder e saber fazer mais e melhor.

No entanto, não é motivo para queimar etapas. Uma empresa deve nascer da confluência entre uma oportunidade e a possibilidade de fazer esse negócio.

A motivação para ser empresário pode ser muito boa, mas a ambição ao iniciar um projeto destes deve ser maior. Deve ir para alem do próprio empresário. Deve passar pela ambição de gerar valor, de servir os vários públicos, internos e externos e ter sucesso sustentado no longo prazo. Uma ambição que fica maioritariamente realizada no dia do inicio da atividade não é suficiente para sustentar um negócio no longo prazo.

https://www.veiculodeideias.pt/coaching-psicologico/

Fale connosco.

Ultimas do nosso blogue:

Os Clientes Dizem a Verdade?

Os Clientes Dizem a Verdade?

Os clientes dizem sempre a verdade? Não. No início de uma relação comercial, antes de saberem até que ponto podem confiar no profissional à sua frente, os clientes defendem-se e muitas vezes omitem informação, ou, simplesmente, não dizem a verdade.

read more

Como Reage ao Não do seu Cliente?

Como Reage ao Não do seu Cliente?

Não, essa palavra tão temida por todos na área de vendas. Mas sabe o que significa? Será sempre definitivo e final? Quantas vezes o cliente disse-lhe que não a si para depois dizer sim a um colega? Se já lhe aconteceu, fique descansado que não é o único, nem é grave.

read more

O otimismo é sempre bom?

O otimismo é sempre bom?

Quando o negócio arrancar vai estar logo acima do break-even. Uau! Que maravilha. Mas será esta uma previsão realista?

read more

Insucesso e auto imagem

Insucesso e auto imagem

Os insucessos profissionais podem ser momentos dolorosos. Desde um despedimento até uma falência, nunca é fácil. Como melhorar a sua posição?

read more

Próximas Formações:

Formação Competências de Coaching

Formação Competências de Coaching Descubra como ajudar os outros a irem mais longe com o seu apoio. INSCRIÇÃO O que esta formação pode fazer por si Esta formação pretende dar as ferramentas de base para poder ter uma conversa, usando os princípios do coaching, com o...

read more

Contactos:

Rua Dom Jerónimo Osório nº1 r/c
8000-143 Faro

Tel: +351 917 556 176

email: contacto@veiculodeideias.pt

Este site utiliza cookies. Ao continuar a navegar pelo site, está a concordar com a nossa utilização de cookies. Saiba mais aqui.

Share This